5 dicas de como se planejar para a volta às aulas dos seus filhos


5 dicas de como se planejar para a volta às aulas dos seus filhos

Depois das tão aguardadas férias e as tradicionais festividades de fim de ano, chega janeiro e muitos pais começam a pensar na mesma coisa: a volta às aulas. Afinal, é preciso planejar bem esse período de readaptação não apenas para que os filhos acompanhem ativamente a nova rotina escolar, mas principalmente para que os custos com livros, uniforme, matrícula e afins não pese muito no bolso.

Pensando nisso, reunimos 5 dicas simples e eficientes que vão ajudá-lo a se preparar e a evitar qualquer contratempo nessa época do ano. Acompanhe!

1. Faça uma lista de compras para os materiais escolares 

Para começar é crucial que você faça uma lista de compras com todos os materiais escolares que deve adquirir e a quantidade deles — que vai variar, por exemplo, dependendo do número de filhos que você tem e da série que eles vão cursar. Lembrando que aqui não devem constar só os livros e paradidáticos, mas itens como:

  • cadernos;
  • mochilas;
  • agendas;
  • borrachas;
  • lápis de cor;
  • réguas;
  • blocos de caligrafia;
  • canetas;
  • lápis/lapiseira.

Feito isso, é hora de passar para uma etapa que, sim, exige um pouco de dedicação e tempo, mas que pode garantir uma boa economia: a pesquisa e comparação de preço em lojas especializadas no segmento escolar. Essa busca pelo estabelecimento com melhor custo-benefício pode ser presencial ou online, por meio do site e redes sociais.

Dica: Contratar crédito: o que é preciso e como escolher a melhor opção?

Uma dica extra para a aquisição do material didático é ficar de olho em feiras de livros novos e seminos que ocorrem na sua cidade. Dessa forma, é possível encontrar títulos pela metade do preço e, inclusive, realizar trocas com os exemplares que você tem em casa e não serão mais usados.

2. Providencie os uniformes e os calçados

Após finalizar a lista de materiais, é hora de providenciar os uniformes e os calçados. Aqui, no entanto, vale inserir dois adendos. O primeiro é que algumas escolas mantêm um único padrão de uniforme durante todos os anos letivos, enquanto outras alteram cores e detalhes, especialmente nas camisetas, para dividir e identificar os alunos que são dos ensinos básico, fundamental ou médio. 

Isso, é claro, quando não dispõem de um segundo uniforme à parte que é exclusivo para as aulas de Educação Física. Portanto, é preciso estar atento a esses detalhes e conferir se, mesmo não sendo preciso alterar o vestuário, as peças ainda têm um caimento adequado nosq seus filhos.

Dica: Crédito pessoal: tudo o que você precisa saber antes de contratar

O segundo é que a troca do calçado está condicionado ao crescimento dos pés das crianças e ao nível de desgaste que eles sofrerão, uma vez que aquelas mais ativas e envolvidas com a prática de esportes vão, naturalmente, desgastar mais os tênis/sapatos. Ou seja, antes de partir para as compras, veja o que pode ser aproveitado do ano anterior para reduzir as suas despesas.

3. Pense a respeito do transporte dos seus filhos

Uma terceira dica para se planejar em relação à volta às aulas é pensar com antecedência sobre o transporte dos seus filhos. Isso porque se não há como deixá-los e/ou pegá-los (seja por incompatibilidade de horários, seja por eles terem aulas em períodos diferentes) é necessário analisar as alternativas para que eles não percam aulas ou se atrasem, o que pode afetar o desempenho deles na escola.

Dica: Tudo o que você precisa saber para planejar uma viagem em família

Uma das soluções mais comuns nessa situação, por exemplo, é a contratação de serviço de transporte escolar. Por isso, se essa for a sua escolha, fique atento a alguns critérios para fazer a melhor escolha, como:

  • os valores cobrados na mensalidade e nos reajustes anuais;
  • as comodidades oferecidas durante os trajetos (WiFi, tv, jogos etc.); 
  • os horários nos quais o motorista atende;
  • o número atual de famílias que são atendidas pelo serviço;
  • a documentação do veículo — para saber se está tudo em dia.

4. Organize o seu planejamento financeiro

Seguiu todas as nossas dicas anteriores sobre como se planejar para a volta às aulas? Pois então é o momento de você montar o planejamento financeiro de gastos desse período. Para tanto, você pode criar uma tabela no Excel ou em algum aplicativo para smartphone (como o Organizze, o Mobills ou o Gastou Quanto?) para ajudá-lo nessa tarefa. Abaixo, nós mostramos o passo a passo para preenchê-la:

  1. Acrescente o custo total com aquisição de material escolar;
  2. Insira os gastos com fardamento completo ou compra de peças avulsas;
  3. Adicione a despesa com transporte escolar — caso você contrate;
  4. Coloque o valor da matrícula de cada filho;
  5. Finalize com o valor das primeiras mensalidades de cada um deles — caso queira adiantar os boletos e desafogar o mês de fevereiro.

Ao terminar, faça a somatória para chegar ao montante que você precisa ter. A partir disso, pense em opções para pagar esse total à vista sozinho (recorrendo a um crédito pessoal, por exemplo) ou então dividi-lo em parcelas que não levem embora todo o limite do seu cartão de crédito e, para piorar, sobrecarreguem o seu orçamento mensal.

Dica: Como avaliar se uma taxa de juros é atrativa?

5. Programe a rotina da família

Por fim, mas não menos importante, programe a nova rotina da sua família e coloque-a em prática, no mínimo, uma semana antes das aulas começarem. Isso é preciso porque no período de férias é comum que as crianças e os jovens:

  • não sigam um calendário de atividades ou compromissos regulares; 
  • tenham uma alimentação mais flexível, especialmente durante os lanches em passeios e programas de lazer com a família;
  • consumam um volume grande de entretenimento (como jogos, desenhos, séries etc.) que, como é de se esperar, ocupa boa parte do dia deles.

Portanto, voltar a estabelecer horários para acordar e dormir, definir como e quando serão as refeições e reduzir as distrações diárias é essencial para colocá-las no ritmo do ano letivo que se inicia e, de quebra, redobrar os cuidados com a saúde e o bem-estar físico e psicológico deles.

Como você viu, com organização e planejamento durante a volta às aulas é possível evitar transtornos financeiros e dificuldades das crianças se readaptarem à rotina escolar. Por isso, siga as nossas dicas e torne esse período muito mais tranquilo!

Se precisar de ajuda com algo, conte conosco! Basta clicar no banner abaixo!

Cresol, ao seu lado para o que precisar




Por
07/02/2019

Nossa missão é promover a inclusão social através do acesso ao crédito! São mais de 200 mil famílias cooperadas em 10 estados brasileiros, e nos orgulhamos por ser o maior sistema de cooperativas de crédito rural solidário do Brasil.


Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!

Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!