Contratação de funcionários: 5 dicas para você não errar!


Contratação de funcionários: 5 dicas para você não errar!

Muitas são as variáveis capazes de influenciar a qualidade dos processos desenvolvidos dentro de uma empresa. Contudo, poucas delas são tão determinantes quanto a eficiência do profissional que os desempenha. Por isso, deve-se dar total importância ao método de contratação de funcionários.

A empresa que conta com colaboradores qualificados e especializados naquilo que fazem, certamente experimentam uma maior eficiência operacional. Nesses ambientes, a probabilidade de erros é menor, o fluxo de trabalho é constante e a produtividade é bastante homogênea.

Nota-se, então, que dispor de bons profissionais é medida de ordem para alavancar os resultados de uma organização. Neste ponto, a contratação de funcionários deve compor um processo estratégico e minucioso, a fim de que os melhores colaboradores sejam selecionados.

Por isso, pensando em ajudar, no post de hoje, daremos 5 dicas que auxiliarão você na contratação dos melhores funcionários para a sua empresa. Continue a leitura e confira!

1. Defina o perfil de profissional que você necessita

Ter em mente qual o perfil de profissional a sua empresa necessita é o ponto de partida para uma seleção mais eficiente. Desse modo, é fundamental avaliar quais são os atributos indispensáveis para o funcionário que ocupará determinada função.

Nessa hora, vá além das qualidades profissionais e busque também boas características pessoais, como humanidade, organização, respeito, capacidade para trabalho em equipe, entre outras. Além disso, a depender do cargo a ser ocupado, atributos como espírito de liderança, capacidade de gestão e proatividade podem ser um diferencial.

Selecionar o perfil correto de funcionário é um cuidado crucial para compor o time da empresa. Afinal, é de extrema relevância que o perfil do candidato seja compatível com o dos outros colaboradores. Assim, o trabalho recebe um reforço potencial e, ainda, há uma redução significativa no tempo de adaptação.

2. Avalie se o candidato se alinha à cultura da empresa

Outro fator que deve ser considerado no recrutamento de um funcionário é a compatibilidade deste com a cultura da empresa.

Cada companhia possui uma identidade própria, uma maneira singular de conduzir seus processos e relacionar-se com os seus membros. Tudo isso compõe a chamada cultura organizacional. Para mantê-la em constante melhoria, é essencial que todos aqueles de fazem parte da organização estejam engajados com os seus objetivos e valores.

Nesse contexto, para garantir o sucesso da sua empresa, é muito importante selecionar funcionários que compartilham dos ideais pregados pela cultura interna.

Tal fator, sem dúvida, garante a formulação de equipes mais coesas, motivadas e, sobretudo, eficientes, além de aprimorar a comunicação interna. Esse é um elemento de extrema relevância para o sucesso de uma empresa ao facilitar a integração de diferentes indivíduos e setores aos projetos.

Dica: 5 dicas para pagar o 13º salário dos funcionários em dia

3. Analise as experiências anteriores

Não há como falar sobre critérios para a seleção de funcionários sem citar a experiência profissional como um dos mais importantes itens.

Ao contratar um novo colaborador, é muito importante conhecer o seu passado. Buscar informações sobre os últimos contratos de trabalho, suas qualificações, além de investigar os motivos que levaram à dispensa do último emprego é, de longe, uma das maneiras mais eficientes de evitar a contratação de profissionais problemáticos.

Muitas vezes o candidato até possui um currículo interessante, com boas experiências profissionais, mas, em contrapartida, tem uma personalidade difícil, histórico de insubordinação, atritos com colegas, entre outras ocorrências que vão contra o que se espera de uma boa atuação profissional, sobretudo em equipe.

No entanto, você só saberá disso se investigar o passado profissional do colaborador. Para isso, por exemplo, podem-se levantar informações sobre o seu último emprego, verificar se a dispensa foi voluntária ou por justa causa, tempo de contrato etc.

Itens dessa natureza servem de norte para a contratação, evitando profissionais que possam vir a prejudicar o ambiente de trabalho.

4. Avalie o conhecimento técnico do candidato

Como desdobramento do tópico anterior, na hora de selecionar novos funcionários, o conhecimento técnico também deve ser determinante para a decisão. Como dito, a eficiência de um colaborador e sua qualidade técnica são fatores essenciais para a qualidade operacional da empresa.

Sendo assim, vá em busca de pessoas que estejam aptas a desenvolver o trabalho da maneira como ele deve ser desempenhado. Logo, seja preciso durante a entrevista, questionando o candidato acerca de temas relacionados à sua futura função.

Aproveite a oportunidade para avaliar o nível técnico de linguagem utilizado, a fim de analisar o seu domínio sobre pontos mais específicos das futuras atividades, assim como a sua postura diante de situações complexas.

Vale destacar, contudo, que, a depender da função que se deseja preencher, pode ser bastante difícil encontrar pessoal qualificado. Desse modo, é importante também saber identificar potenciais talentos durante a fase de recrutamento, avaliando a perspicácia do candidato ao resolver situações e responder perguntas, bem como a sua vontade de aprender e crescer.

5. Utilize as redes sociais para a seleção

Por fim, mas não menos importante, vale também mencionar sobre o papel estratégico que as redes sociais podem exercer na fase de seleção de novos colaboradores.

Hoje, grande parte das pessoas possuem perfis em redes sociais, em que disponibilizam uma série de informações úteis para o processo de avaliação para uma vaga de emprego. Então, por que não as utilizar?

O LinkedIn, por exemplo, desponta como uma ferramenta altamente relevante para o processo de seleção de bons profissionais.

Funcionando essencialmente como uma rede social destinada a fins profissionais, ela ajuda empresários e líderes de RH a conhecer mais a fundo quem são os candidatos. Isso é possível por conta da ampla variedade de informações pessoais e profissionais, a exemplo do currículo.

Redes sociais como Facebook e Twitter também podem servir de apoio na seleção. Como é muito comum as pessoas compartilharem conteúdos, opiniões e seus hábitos pessoais, fica fácil para um recrutador identificar pessoas com algum tipo de desvio de comportamento, como preconceito e intolerância. Isto é, características indesejadas em qualquer pessoa.

Portanto, esteja atento aos pontos listados na hora de proceder a contratação de funcionários. Avaliar cada uma dessas variáveis certamente tornará o processo muito mais eficaz e potencialmente satisfatório para todos os envolvidos.

Gostou desse post sobre como fazer uma eficiente contratação de funcionários? Quer saber como a Cresol pode ajudar você a melhorar o seu negócio? Clique no banner abaixo e saiba mais!

Cresol: ao seu lado, sempre que precisar




Por
21/12/2017

Nossa missão é promover a inclusão social através do acesso ao crédito! São mais de 200 mil famílias cooperadas em 10 estados brasileiros, e nos orgulhamos por ser o maior sistema de cooperativas de crédito rural solidário do Brasil.


Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!

Assine nosso blog

Não perca nenhuma novidade!